sábado, 28 de maio de 2011 | By: Pimenthynha

Aff, Mais Bobagens...




Olá gente....
Após mais um tempinho de sumiço cá estou eu novamente!!! Estive uns dias sem internet, além da correria, mas sempre que dá dou uma passadinha por aqui para ver como estão as coisas. E ontem sapeando pela internet encontrei um blog do site EGO, em que a Paula Leite, aquela ex-BBB gordinha que comia 8 fatias de pão de uma vez, está em tratamento para emagrecer e ter uma vida saudável. Bom, comecei a ler as postagens, achei super bacana o esquema adotado pelos profissionais que estão acompanhando ela, mesmo que desde 8 de abril a moça só tenha eliminado pouco mais de 1,5kg. Mas é realmente uma batalha grande para os profissionais que a acompanham, pois ela não conhecia nem mesmo brócolis e abobrinha!!! Isso mesmo, nunca tinha visto e muito menos provado. Nunca comeu tomate e diversos legumes. Enfim, nunca tinha visto nada parecido na minha vida. Mas o problema nem é este, dentre as postagens do blog havia uma que me deixou realmente irritada. Não por ser uma postagem contra a dieta que adotei, mas por ser escrita por um bom profissional (ele é um médico endocrinologista, criador da dieta nota 10, muito bem conceituado) que não tem o mínimo conhecimento sobre o método. Acho super válido criticar, mas que seja com conhecimento sobre os métodos afinal, todos tem o direito de concordar ou não. Segue abaixo o trecho da dita postagem:

Dieta das proteínas
Ela obriga o seu corpo a gastar, entre três e cinco vezes mais, o combustível errado. Convenhamos, isso não é uma dieta, é um atentado à saúde. Proteínas não foram feitas para serem usadas como combustível. As proteínas são alimentos construtores dos nossos órgãos.
O corpo humano é preparado para viver com carboidratos. Por isso, o sistema de utilização de carboidratos é tão simples. Quase que imediatamente após serem ingeridos, os carboidratos são transformados em energia pela insulina produzida pelo pâncreas. Os carboidratos, proibidos na Dieta das proteínas, são a principal fonte de energia para o perfeito funcionamento do coração e do cérebro, órgãos vitais que, eventualmente, precisam de quantidades generosas de energia de fácil obtenção.
Apenas e exclusivamente os carboidratos são capazes de oferecer essa energia com a velocidade adequada. Você consegue imaginar o quanto é perigoso retirar completamente do cardápio a fonte de energia que sustenta a sua vida? Duas semanas na Dieta das proteínas provocam hipoglicemia ou baixos níveis de açúcar no sangue. Isso significa que você sentirá dor de cabeça, terá fraqueza muscular (o coração é um músculo), sofrerá de falta de atenção, ficará com o humor alterado e, provavelmente, se sentirá muito triste. Mas esses sintomas são café-pequeno. Na Dieta das proteínas, suas chances de aumentar os níveis de colesterol, triglicerídeos e ácido úrico são imensas.
Resumindo: ela é um imenso perigo. Ah, você fez a Dieta das proteínas, emagreceu e não morreu? Meus parabéns, você é uma pessoa de sorte. Mas diga-me sinceramente: alguém consegue passar a vida inteira sem consumir pão, doce, massas,batatas, pipoca, farinhas, sorvetes etc e tal? Duvido muito. O que isso quer dizer? Apenas que você engordará novamente. E, ainda por cima, precisará procurar um clínico para pôr a saúde em ordem.

Dieta de South Beach
Apenas uma outra versão da Dieta das Proteínas, com um nome mais ‘glamuroso’.

Bom, como sabemos existem diversas denominadas DIETAS DAS PROTEÍNAS. Algumas realmente muito loucas, as quais são variações deturpadíssimas da proposta inicial que foi feita pelo Dr. Robert Atkins em 1972 e nos anos subseqüentes até sua morte em 2003.
Inicialmente ele diz que a dieta "obriga a gastar entre três e cinco vezes mais o combustível errado, o que é um atentado a saúde". COMBUSTÍVEL ERRADO EM QUESTÃO: Triglicérides! ou seja, a gordura em excesso armazenada por seu organismo no tempo todo em que teve uma vida sedentária aliada a uma alimentação inadequada. Então, qual é o princípio do emagrecimento, se não é consumir as reservas energéticas armazenadas?
Seguindo: “Proteínas não foram feitas para serem usadas como combustível. As proteínas são alimentos construtores dos nossos órgãos.”
Diversas células do corpo podem utilizar as cetonas (resultados da “quebra” da gordura e proteína) para a energia. O cérebro pode utilizar cetonas contrariamente ao mito de que o cérebro precisa ser alimentado pela glicose somente, embora, algumas áreas do cérebro ainda necessitam de glicose, que o corpo produz a partir de aminoácidos ou gorduras, além dos provenientes da ingestão de carboidratos complexos, as saladas, verduras, na primeira fase e depois nas outras fases dos demais alimentos que vão sendo incorporados ao cardápio, arroz integral, farináceos, pães integrais, demais fontes de carboidratos e fibras, frutas, etc.  Além do que há pesquisas atuais que comprovam que o cérebro funciona 30% melhor quando o corpo está em estado de Cetose (não confundir com CETOACIDOSE, que é um estado deletério e até mesmo letal que ocorre em pessoas diabéticas insulino-dependentes, quando não tratadas de forma adequada). O corpo naturalmente produz cetonas como o combustível preferido para o coração, parte mais externa dos rins, e a maioria das áreas do cérebro.
“O corpo humano é preparado para viver com carboidratos. Por isso, o sistema de utilização de carboidratos é tão simples. Quase que imediatamente após serem ingeridos, os carboidratos são transformados em energia pela insulina produzida pelo pâncreas.”
Com a redução do índice glicêmico da dieta (menor ingestão de alimentos com alto índice glicêmico – carboidratos simples), tem-se menor demanda insulínica , melhor manutenção da glicemia e redução da lipidemia. Estes fatores, claramente, têm importante papel na prevenção e no tratamento das doenças crônicas como obesidade, diabetes, doenças cardíacas e até alguns tipos de cânceres. Para manutenção da glicemia, o organismo utiliza-se de alguns mecanismos reguladores. A ingestão de alimentos com alto índice glicêmico altera esse mecanismo de homeostase (estado de equilíbrio do organismo). Dietas de baixo índice glicêmico podem ser uma alternativa não só para pacientes obesos mas também para portadores de outras doenças crônico-degenerativas. Pode até ser uma recomendação de alimentação saudável para a população em geral. O consumo regular de alimentos de alto índice glicêmico resulta em maiores níveis de glicemia, insulinemia e maior concentração de hemoglobina glicosilada, avaliando-se em um período de 24 horas. De maneira geral, precisamos estimular o consumo de vegetais, legumes, alimentos integrais e não refinados e limitar a ingestão de tubérculos, carboidratos refinados e açúcares simples. Como a composição da refeição – ou seja, a quantidade de fibras, proteínas e gorduras - interfere no índice glicêmico final, precisamos orientar refeições balanceadas, com a quantidade adequada de macro-nutrientes. As orientações e o fracionamento da dieta também são importantes.
Ou seja, todas as orientações preconizadas pelas 4 FASES DA DIETA ATKINS, pelo inicial equilíbrio do índice glicêmico e pela normalização da insulinemia, proposta pela primeira fase. Na segunda fase a inserção de mais carboidratos complexos, e nas demais fases o equilíbrio da dieta, com a determinação INDIVIDUAL da quantidade de carboidratos a serem ingeridos diariamente. Alem da substituição das fontes de gordura, como a utilização de azeite prensado a frio, óleos altamente oléicos, também das fontes de carboidratos, abolindo definitivamente o açúcar e farinhas brancas, sendo substituídos por frutose (açúcar proveniente das frutas), fontes de fibras e carboidratos complexos dos legumes e verduras.
“Os carboidratos, proibidos na Dieta das proteínas, são a principal fonte de energia para o perfeito funcionamento do coração e do cérebro, órgãos vitais que, eventualmente, precisam de quantidades generosas de energia de fácil obtenção.”
PROIBIDOS??? não sei onde, nem quando foi dito isso. Na primeira fase há maior RESTRIÇÃO, ou seja, 20g diárias. Nas demais fases vai aumentando as quantidades de BONS CARBOIDRATOS, como sempre foi dito aqui e também está bem descrito em TODOS OS LIVROS SOBRE ATKINS.  Quanto essa bobagem do perfeito funcionamento do coração e cérebro foi comentado acima.
“Apenas e exclusivamente os carboidratos são capazes de oferecer essa energia com a velocidade adequada. Você consegue imaginar o quanto é perigoso retirar completamente do cardápio a fonte de energia que sustenta a sua vida? Duas semanas na Dieta das proteínas provocam hipoglicemia ou baixos níveis de açúcar no sangue. Isso significa que você sentirá dor de cabeça, terá fraqueza muscular (o coração é um músculo), sofrerá de falta de atenção, ficará com o humor alterado e, provavelmente, se sentirá muito triste.”
Ai gente, triste eu fico é de ler isso! Ainda bem que em Atkins nós consumimos os carboidratos BONS, necessários para o funcionamento adequado do organismo, né? Não tem essa de RETIRAR COMPLETAMENTE os carbos, o que tenho que concordar com o Dr., é uma catástrofe. Imagine, estou na primeira fase de Atkins há 7 meses, se fosse sentir tristeza, fadiga muscular, hipoglicemia, dor de cabeça, estaria nessa hora no cemitério. Aliás estou mais feliz e bem disposta como jamais fiquei. E outra, se vc tem esses sintomas citados sabe o que é não é? ESTÁ FAZENDO A DIETA ERRADO!
“Mas esses sintomas são café-pequeno. Na Dieta das proteínas, suas chances de aumentar os níveis de colesterol, triglicerídeos e ácido úrico são imensas.”
Engraçado, a partir do início da dieta TODOS meus exames se normalizaram. Assim como os de milhões de pessoas pelo mundo que adotaram Atkins como estilo de vida.


E AÍ VAI O PIOR: “Resumindo: ela é um imenso perigo. Ah, você fez a Dieta das proteínas, emagreceu e não morreu? Meus parabéns, você é uma pessoa de sorte. Mas diga-me sinceramente: alguém consegue passar a vida inteira sem consumir pão, doce, massas, batatas, pipoca, farinhas, sorvetes etc e tal? Duvido muito. O que isso quer dizer? Apenas que você engordará novamente. E, ainda por cima, precisará procurar um clínico para pôr a saúde em ordem.”
         Onde está escrito que: vamos passar a vida inteira sem consumir pão, doce, massas,batatas, pipoca, farinhas, sorvetes etc e tal?. Isso é brincadeira não é? A não ser que você "caiu de para quedas" na dieta, vai fazê-la como forma EMERGENCIAL para perda de peso, somente a primeira fase (geralmente quem faz isso pensa que a 1ª fase é a dieta toda). Depois de atingir, voltará a comer todas as bobagens de antes e lógico, vai engordar tudo denovo e com “juros”, além de estar comprando uma passagem direto para o diabetes, doenças coronárias e todas as comorbidades que possa imaginar. Parabéns, se é isso que pensa você é um IDIOTA E IRRESPONSÁVEL. Obesidade é doença, conscientize-se de tal situação e saiba que terá que ter uma alimentação adequada, prática de atividade física e rotina saudável sempre. Se voltar aos antigos maus hábitos, voltará a engordar. Isso em qualquer situação, Reeducação alimentar ou qualquer cirurgia de redução de estômago, intestino, etc.
Atkins é o método mais eficiente para a perda de peso. Não é dieta de emergência, é estilo de vida. Não proíbe carboidratos, faz substituições inteligentes e saudáveis. Restringe inicialmente de forma mais severa para que ocorra a normalização do metabolismo e reestabelecimento dos níveis glicêmicos e insulinêmicos.
Por fim, ele diz que dieta de proteínas e a South Beach são iguais. Quem conhece os métodos sabe muito bem que isso é a maior bobagem.
Não estou criticando o Dr. que escreveu isso, sim a postura dele e desconhecimento sobre o método. Como tantas bobagens que vejo por aí, inclusive artigos científicos que nas primeiras linhas já vejo que não tem nada a ver com Atkins, embora coloquem em seus títulos e digam que é. Bom, pra quem acompanha o blog sabe como funciona realmente a dieta. Estou aqui, vendendo saúde e imensamente feliz por ser uma ex-obesa mórbida e satisfeitíssima (quase) magra. Com 40kg eliminados definitivamente da minha vida, rotina de vida muito mais saudável, exames perfeitos, cabelos e unhas fortes e saudáveis, grande disposição para as atividades do dia a dia e para os estudos. 

É isso por enquanto, só trouxe a postagem do blog que me indignou como ilustração. Coisas assim estão por toda a internet e em revistas enfim, um total descaso e desconhecimento.

Demais fontes são de postagens do próprio blog, as quais já possuem as devidas autorias.

3 comentários:

Simone Perseverando em Atkins disse...

verdadeeeeee
também vi este post no site do ego.. achei ridiculo a forma como ela enauteceu somente a dieta ou RA que ela faz e literalmente acabou com nossa Atkins...
Ah, você fez a Dieta das proteínas, emagreceu e não morreu? Meus parabéns, você é uma pessoa de sorte.... aff desnecessário isso...
indiginada também..
beijos

Esther-RJ disse...

Oi! estou começando a dieta do Atkins hj e fikei mto mais motivada ao encontrar seu blog... vc realmente está sendo super bem sucessida e com certeza bastante disciplinada! desde já lhe dou os parabéns...
bem, resolvi adotar esta dieta pois nos últimos dois anos engordei 9 kilos progressivamente sendo que na última fase de +- 3 semanas engordei 3 kilos...minha família tem histórico deobesidade (inclusive minha mãe) e de doenças associadas (minha prima operou varizes com 25 anos), então comecei a ficar alarmada com o ganho de peso...resolvi tomar uma atitude logo...antes da coisa ficar feia...estou 13 quilos acima do peso ideal...
atualmente estou estudando para prestar uma prova bem dificil e hj, meu primeiro dia low-carbo, senti mta dificuldade de concentração...acho q dentro de pouco tempo vou m adaptar...mas n sei neh? vc sentiu algum desconforto qd começou a dieta? obg por criar este espaço q me contagio de energia positiva e tenho ctz q ajuda mtas pessoas!
vc eh um exemplo! siga firme!
beijonhos e boa noite!

Janaína Maia disse...

Olá, comecei ontem dia 1 11 11
E adorei achar seu blog
Tenho algumas dúvidas
pode me ajudar?
Leite de soja sem açucar
Leite de coco como tempero de peixe, pode?
Sou vegetariana a 6 anos e estou tendo dificuldades imensa para emagrecer. Por isso ontem tomei a atitude de voltar a comer peixe para seguir a dieta.